Surfe alavanca comércio e turismo em Maresias | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Esportes

Surfe alavanca comércio e turismo em Maresias


06 de novembro de 2015 às 15:16
Por Costa Norte

*Foto: Leonardo Rodrigues/PMSS

O comércio e a hotelaria de Maresias, praia da costa sul de São Sebastião, têm se beneficiado com a realização do Oi/HD São Paulo Open of Surfing. A competição, que representa a perna brasileira do Word Surf League (WSL) Qualifying Series (QS), segue até domingo, 8, com expectativa de atrair cerca de 20 mil pessoas às areias da praia.

O evento, mesmo com tempo chuvoso, tem movimentado o comércio. Aelson Novaes, 34, desde 2012 trabalhando na praia, disse: “É a temporada para nós”. Segundo os comerciantes, o público presente é formado por atletas, familiares dos competidores e turistas. Wilson Almeida, 32, há 22 anos atuando como ambulante explica que “as competições e o surfe em Maresias agitam não só as vendas para quem tem carrinho (de lanche), mas também para diversos fornecedores”.

A informação é confirmada por Vitorino Vieira, 34, que há quatro temporadas atua como fornecedor de água e coco para carrinhos ambulantes. “O campeonato aumentou as vendas em 90%”. Já  José Carlos, 58, comerciante do bairro, disse que  “ajuda contra a crise. A competição tira o bairro da rotina. Isso é bom, ajuda nas vendas. Essas atividades esportivas devem ser estimuladas mês a mês. Minhas vendas aumentaram uns 80%”.

Há 22 anos vendendo lanches na praia, José Nildo, 40, falou que nem o último final de semana prolongado, com o Dia de Finados, rendeu movimentação como a da semana da competição. “Se não fosse este evento, nem trabalhando eu estaria. O tempo está fechado, o feriado não foi bom. A competição está fazendo a diferença”.

47% de ocupação na rede hoteleira

De acordo com pesquisa divulgada no dia 3, pela Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), feita com  61 hotéis, a taxa de ocupação média da região da costa sul sebastianense é de 47% - índice expressivo, principalmente por englobar dias de semana.

Para a secretária de Cultura e Turismo do município, Marianita Bueno, “essas iniciativas alavancam o setor turístico na cidade”. A mesma opinião é compartilhada pela Associação de Pousadas e Hotéis de Maresias (APHM), formada por empresários e comerciantes locais. Segundo a associação, a expectativa é que, até o fim do campeonato, hotéis e pousadas estejam com todos os leitos ocupados – 100% de ocupação – em Maresias.

A associação conta com a participação de 21 hotéis, responsáveis por cerca de 60% da hospedagem na praia, com aproximadamente 3 mil leitos e capacitação para receber eventos de médio e grande porte, como o mundial de surfe. Segundo Niuara Tedesco, vice-presidente da APHM, a ocupação no setor cresce à medida que se aproximam os dias da final do campeonato. “Estamos com movimento, mas para este fim de semana, os associados estão lotados em decorrência da competição”.

A taxa média de ocupação no setor hoteleiro no bairro é de 35% ao ano. De acordo com dados da APHM, Maresias recebe, hoje, 380 mil estadias anualmente, sem contabilizar locações de residências. Desses, cerca de 120 mil apenas na temporada.

O Oi HD São Paulo Open of Surfing oferece US$ 250 mil em premiação e 10 mil pontos no ranking no Circuito QS, o que atrai turistas, imprensa e surfistas de todo o mundo. A expectativa é que o evento venha repetir o sucesso da edição de 2014, quando mais de 20 mil pessoas acompanharam as finais. Nessa edição, o QS 1000 Oi HD São Paulo Open vale pela 34ª e antepenúltima etapa do Tour.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral