Desafio Top Bike fecha circuito com bertioguenses no topo do ranking | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Esportes
Foto: #fusaocomunicacao #ifusao

Desafio Top Bike fecha circuito com bertioguenses no topo do ranking

Na categoria esporte (26km), Lucilene Pires Gobbo Ortega foi vice no feminino e o casal Patrícia Ferreira e Giuliano Rodrigues, na dupla mista


13 de dezembro de 2018 às 14:58
Por Eleni Nogueira
Foto: #fusaocomunicacao #ifusao

Foto: Divulgação/Fusão Comunicação

Foto: Divulgação/Fusão Comunicação

Foto: Divulgação/ Fusão Comunicação

A etapa Fogo fechou o circuito Desafio Top Bike, em Mogi das Cruzes, dia 9 passado, com três atletas bertioguenses no topo do ranking da categoria esporte (26km). Lucilene Pires Gobbo Ortega, da equipe Gobbo, foi a vice no feminino, perdendo apenas para a atleta de Arujá, Camila Rodrigues Parrillo. Na dupla mista, Patrícia Ferreira e Giuliano Rodrigues, foram vice na dupla mista. 


A prova de mountain bike teve outras etapas durante o ano. A primeira, em Biritiba Mirim, em fevereiro (Água); a segunda, em Guararema, em abril (Terra); e a terceira, em Igaratá, em agosto (Ar). Lucilene Pires venceu em Biritiba, foi a segunda colocada em Guararema, não competiu em Igaratá, por problemas no joelho, e foi a terceira colocada em Mogi, o que lhe garantiu a segunda somatória. Ela comemora a conquista e já projeta o próximo ano: "Gosto muito do evento, é muito organizado, os circuitos bem elaborados. Com certeza, ano que vem, eu e minha equipe marcaremos presença".


Giuliano Rodrigues também falou sobre o desempenho da parceria com Patrícia Ferreira, em 2018, e os planos para 2019:  "Este ano, participamos de várias provas, aprendemos muito. O Top Bike foi o único circuito que participamos em dupla, fizemos três etapas e fomos ao pódio em todas. Correr em dupla é bem diferente, você tem que estar atento a seu parceiro, principalmente, para não deixar o fator psicológico abater no desempenho; em provas longas, estar com a cabeça boa é fundamental.  A terceira etapa, em Igaratá, foi a mais difícil, o percurso estava bem complicado e escorregadio, devida à chuva, e isso dificultou bastante, mas com certeza também foi o mais legal. Ano que vem vamos participar do Top Bike, só que provavelmente não será em dupla, vamos tentar os resultados individualmente". 


Em Mogi, os atletas de Bertioga conquistaram os seguintes resultados: Lucilene Pires Gobbo Ortega, completou o percurso de 26km, da categoria esporte, em 1h32´54, e ficou com a terceira colocação. Na mesma categoria, Vanessa Ubaldo foi a quarta colocada com o tempo de 1h33´43. Na dupla mista, Patrícia Ferreira e Giuliano Rodrigues conquistaram a terceira colocação com o tempo de 1h45´13; e na categoria pro (36k), Wellington Ortega  foi o terceiro colocado (masculino sub-40) com 1h30´31. 


O organizador da prova, Anderson Pinduca, destacou que 2018 foi um ano muito satisfatório, com a participação de cerca de 500 atletas por etapa. "Foi um ano maravilhoso e temos ótimas expectativas para 2019".  Ele adiantou que no próximo ano o desafio será em formato de campeonato e, dentro das quatro etapas, terá dois novos percursos, um em Santa Branca e outro em Ribeirão Pires.  "As inscrições serão abertas em breve e  haverá a possibilidade de os interessados comprarem o combo, que será mais barato, para correr o ano todo". 


A prova de moutain bike conta com três categorias: pro (36km), esporte (26km) e turismo (16km),  que podem ser disputadas individualmente, ou em dupla mista. Mais informações no site

www.aesportes.com.br.

  

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral