Red Nose Pro terá premiação de US$ 75 mil em Maresias | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Esportes
Deivid Silva, campeão do Red Nose Florianópolis Pro, em 2015, no Costão do Santinho
Deivid Silva, campeão do Red Nose Florianópolis Pro, em 2015, no Costão do Santinho Foto: Daniel Smorigo/WSL

Red Nose Pro terá premiação de US$ 75 mil em Maresias

Etapa do WSL Qualifying Series, o QS 3000, começa no dia 31 e segue até 4 de novembro

23 de outubro de 2018 às 13:56
Por Da Redação

A praia de Maresias, em São Sebastião, recebe, na próxima semana, o QS 3000 Red Nose São Sebastião Pro, valendo US$ 75 mil em premiação, além dos 3 mil pontos no ranking Qualifying Series (QS). Organizado pela World Surf League (WSL), a competição começa no dia 31 de outubro e segue até 4 de novembro.


A competição da WSL, em parceria com a prefeitura de São Sebastião, promete praia cheia no feriadão de Finados e será a última antes da Tríplice Coroa Havaiana, que fecha a temporada no Havaí e vai decidir o campeão sul-americano de 2018 da WSL South America. 


Deivid venceu a etapa do QS 3000 em Maresias, no ano passado e este ano defende o título em busca da classificação para a elite dos top-34 do CT, de 2019.  Atualmente ele está na sexta posição, entre os dez, que podem acessar. Curiosamente, Deivid foi o campeão dos outros dois eventos realizados pela Red Nose, o Red Nose Pro Junior, em 2014, em Baía Formosa (RN) e o QS 6000 Red Nose Florianópolis Pro, em 2015, no Costão do Santinho (SC).


Nomes que figuram na elite mundial do World Surf League Championship Tour estão na lista dos inscritos. Entre eles, Italo Ferreira, que vem de vitória em Portugal, a terceira deste ano no CT. 

Deivid Silva, campeão do Red Nose Florianópolis Pro, em 2015, no Costão do Santinho
Deivid Silva, campeão do Red Nose Florianópolis Pro, em 2015, no Costão do Santinho Foto: Daniel Smorigo/WSL

O Red Nose São Sebastião Pro 2018 é uma realização da World Surf League (WSL), com os patrocínios da Jeep e Corona, apoios da Confederação Brasileira de Surfe, Federação Paulista de Surfe, Associação de Surfe de São Sebastião (ASSS) e Associação de Surfe de Maresias (ASM), além da divulgação da 89 FM e Waves.


Últimas Notícias