Ryan Kainalo é o nome da vez no Hang Loose Surf Attack | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Esportes
Ryan Kainalo
Ryan Kainalo Foto: Munir El Hage

Ryan Kainalo é o nome da vez no Hang Loose Surf Attack

Surfista que defende Ubatuba teve duas vitórias e dois títulos; Sophia Medina também venceu novamente em casa


22 de outubro de 2018 às 14:59
Por Da Redação
Fábio Gouveia
Fábio Gouveia Foto: Munir El Hage

Ryan Kainalo
Ryan Kainalo Foto: Munir El Hage

Ryan Kainalo
Ryan Kainalo Foto: Munir El Hage

Sophia Medina
Sophia Medina Foto: Munir El Hage

Sophia Medina
Sophia Medina Foto: Munir El Hage

Uriel Sposaro
Uriel Sposaro Foto: Munir El Hage

Uriel Sposaro
Uriel Sposaro Foto: Munir El Hage

Pódio dos campeões do circuito
Pódio dos campeões do circuito Foto: Munir El Hage

Pódio das cidades
Pódio das cidades Foto: Munir El Hage

Ryan Kainalo conquistou mais dois títulos no Hang Loose Surf Attack, no domingo, 21. O surfista, que defende Ubatuba, garantiu a sua quinta conquista estadual no mais tradicional circuito de base do país. Com apenas 12 anos, Ryan fez história no surf e se superou faturando também a sub-16, duas categorias acima da sua. 

Na 4ª e última etapa do ranking, na Praia de Maresias, em São Sebastião, ele foi o grande nome do evento, com duas vitórias - na sua faixa etária, a sub-12, onde já havia se consagrado bicampeão por antecipação, e na sub-16, para chegar ao novo título, e por pouco não chegou à decisão da sub-14, parando na semifinal, em quinto, por apenas um décimo.

Sophia Medina, irmã caçula de Gabriel Medina, que já chegou como a campeã da categoria criada este ano, a feminina sub-16, confirmou o seu favoritismo com a terceira vitória no ranking. Na sub-18, quem levou a melhor foi o catarinense Uriel Sposaro, vencedor da etapa e do Circuito, com Daniel Adisaka, que compete por São Sebastião, sendo o campeão paulista, com o segundo lugar no ranking.

Na sub-14, quem levou a melhor foi Sunny Pires, que é de Búzios-RJ, mas mora em Maresias, integrando o Instituto Gabriel Medina. No ranking, seu companheiro de equipe, Caio Costa levou o título paulista enquanto que o catarinense Heitor Muller, segundo na etapa, foi o campeão do Circuito.

Já entre os mais novos do evento, na sub-10, decisão emocionante, com Eduardo Mulford, de Ubatuba, virando o resultado no final da bateria sobre John Muller, de Guarujá. O título do Circuito já havia sido conquistado por antecipação pelo paranaense Anuar Chiah, com o também ubatubense Kailani Rennó, declarado campeão paulista.

O circuito também definiu a cidade campeã da temporada, com São Sebastião erguendo o troféu, para superar a bicampeã Ubatuba. O título não era comemorado pelos sebastianenses desde 2014, quando chegaram a duas conquistas seguidas. Neste ano, foram três vitórias, duas delas em casa. Todos os pódios tiveram como atração a entrega dos troféus feita pelo ícone do surf brasileiro, Fábio Gouveia. 

O Hang Loose Surf Attack 2018 teve os patrocínios de Overboard Action Sports Store, Surf Trip, Super Tubes, Hot Water, Kyw e Sthill, com copatrocínios de Rhyno Foam e CT Wax. Apoios da Prefeitura de São Sebastião, Associação de Surf de São Sebastião (ASSS), Associação de Surf de Maresias (ASM), Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, com divulgação de Waves e FMA Notícias. Organização da Federação Paulista de Surf.

Ranking Final – (valendo os três melhores resultados)

Sub-18

1 Uriel Sposaro – SC – 2.710 – campeão do Circuito

2 Daniel Adisaka – São Sebastião – 2.539 – campeão paulista

3 Gabriel Ramos – Ubatuba – 1.771

4 Matheus Gomes – Ubatuba – 1.742

 

Sub-16

1 Ryan Kainalo – Ubatuba – 2.556 – campeão do Circuito e paulista no desempate

1 Caio Costa – São Sebastião – 2.556

3 Daniel Adisaka – São Sebastião – 2.276

4 Sérgio Luan – São Sebastião – 1.771

 

Sub-14

1 Heitor Muller – SC – 2.610 – campeão do Circuito

2 Caio Costa – São Sebastião – 2.531 – campeão paulista

3 Gabriel Klaussner – Ubatuba – 2.212

3 Ryan Kainalo – Ubatuba – 2.212

 

Feminina sub-16

1 Sophia Medina – São Sebastião – 3.000 – campeã do Circuito e paulista

2 Nairê Marquez – Ubatuba – 2.276

3 Yasmin Neves – Caraguatatuba – 1.916

4 Isabela Saldanha – São Sebastião – 1.911

 

Sub-12

1 Ryan Kainalo – Ubatuba – 3.000 – CAMPEÃO

2 Murillo Coura – São Sebastião – 2.610

2 Guilherme Fernandes – Ubatuba – 2.610

4 Kaua Campos – São Sebastião – 2.070

 

Sub-10

1 Anuar Chiah – PR – 3.000 – campeão do Circuito

2 Kailani Rennó – Ubatuba – 2.610 – campeão paulista

3 João Vitor – São Sebastião – 2.276

4 Eduardo Mulford – Ubatuba – 2.260

 

Cidades

1 São Sebastião – 3.900

2 Ubatuba – 2.700

3 Guarujá – 3.240

4 Praia Grande – 2.697

5 Santos – 2.579

6 Bertioga – 2.565

7 Ilha Comprida – 2.077

8 Itanhaém – 1.734

*Na categoria sub-10, como o campeão é de outro estado, o melhor paulista é declarado campeão estadual.

Resultados da 4ª etapa

Sub-18

1 Uriel Villas Boas – SC

2 Júnior Siqueira – Guarujá

3 Daniel Adisaka – São Sebastião

4 Erick Bahia – São Sebastião

 

Sub-16

1 Ryan Kainalo – Ubatuba

2 Léo Casal - SC

3 Daniel Adisaka – São Sebastião

4 Vinicius Parra - Santos

 

Sub-14

1 Sunny Pires – RJ (São Sebastião)

2 Heitor Mueller – SC

3 Guilherme Fernandes – São Sebastião

4 Renan Rodrigues - Santos

 

Feminina Sub-16

1 Sophia Medina – São Sebastião

2 Isabela Saldanha – São Sebastião

3 Nairê Marquez - Ubatuba

4 Yasmin Neves – Caraguatatuba

 

Sub-12

1 Ryan Kainalo – Ubatuba

2 Guilherme Fernandes – Ubatuba

3 Kaua Campos – São Sebastião

4 Aleabe Rosa - Ubatuba

 

Sub-10

1 Eduardo Mulford – Ubatuba

2 John Muller – Guarujá

3 João Vitor – São Sebastião

4 Victor Pompiane – Ilha Comprida

 

Cidades

1 São Sebastião

2 Ubatuba

3 Guarujá

4 Santos


Últimas Notícias