Logo do Jornal Costa Norte
|
Esportes

Irmãos Torben e Lars Grael dominam a 45ª Semana de Vela de Monotipos de Ilhabela

Os Grael competiram separadamente na classe Star e ficaram à frente dos cerca de 200 barcos e 300 atletas que participaram da competição


12 de julho de 2018 às 14:50
Por Reginaldo Pupo
Arthur Lopes e Torben Grael, que sagraram-se campeões da classe Star
Arthur Lopes e Torben Grael, que sagraram-se campeões da classe Star Foto: Marco Yamin/Divulgação

Disputa da classe Star, no Canal de São Sebastião
Disputa da classe Star, no Canal de São Sebastião Foto: Marco Yamin/Divulgação

Pódio do Campeonato Brasileiro da classe Star
Pódio do Campeonato Brasileiro da classe Star Foto: Marco Yamin/Divulgação

Os irmãos Torben e Lars Grael dominaram a 45ª Semana de Vela de Monotipos de Ilhabela, realizada no último final de semana prolongado de 9 de julho, e que antecede a 45ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela, que, nesse ano, será disputada entre os dias 20 e 28 de julho e reunirá os melhores velejadores da América do Sul. Os Grael competiram separadamente na classe Star, durante o campeonato brasileiro da modalidade, e ficaram à frente dos cerca de 200 barcos e 300 atletas que participaram da competição. Grael, que fez dupla com o proeiro Arthur Lopes - bicampeão olímpico -, conquistou o título brasileiro, enquanto seu irmão, que velejou com Samuel Gonçalves, sagrou-se vice-campeão. Marcelo Bellotti e Pedro Bolder ficaram com o terceiro lugar, com o mesmo número de pontos perdidos.

Torben Grael disse: “O campeonato foi corrido, apenas três dias, mas muito bacana. Tivemos vento bom no primeiro e último dias. Apenas no domingo foi fraco, mas ainda sim conseguimos fazer uma regata. No total foram seis, o que é um bom número. A raia estava boa, bem difícil. Fico feliz com o resultado, principalmente, porque estou há um tempo sem treinar especificamente para a classe”. Com o resultado, Torben ampliou a vantagem sobre o irmão em nacionais. Agora, soma nove títulos brasileiros na Star, sendo oito como timoneiro e um como proeiro, em 1981, ao lado do tio Erik Schmidt. Lars tem sete conquistas, todas como timoneiro, incluindo a vitória no ano passado. “Velejamos juntos, de Snipe e vela oceânica, e, algumas vezes, um contra o outro. O Lars tem conseguido uma série de bons resultados e é impressionante como ele se adaptou à classe. Desta vez, consegui vencer, mas em geral ele tem levado a melhor na Star”.

 

Flotilha Borrachudo

O bicampeão olímpico elogiou o desempenho dos velejadores de Ilhabela, que levantaram oito títulos na 45ª Semana de Vela de Monotipos, mais 12 troféus, entre segundo e terceiro lugares, conseguindo o melhor desempenho geral entre as equipes na competição. “O campeonato foi ótimo. Além disso, a quantidade de pódios que a Escola de Ilhabela conseguiu é expressiva”, atestou Torben Grael. A Escola tem 200 alunos, que treinam diariamente na ilha do litoral norte.

Entre os velejadores da Flotilha Borrachudo, que conquistaram títulos na Semana de Vela de Monotipos, Hiago Amorim venceu na Optimist estreantes. “Quero agradecer aos meus professores, que me ajudaram muito a chegar até aqui, e a meu pai, que me incentivou a entrar na escolinha de vela”, declarou o garoto, que compete há um ano e que, em maio, ganhou a 3ª Etapa do Ranking Paulista da classe.

Filha do medalhista olímpico Bruno Prada, Giovanna mora em Ilhabela há sete meses e conquistou mais uma vitória para a escola de vela local. Ela manteve a regularidade e, com quatro segundo lugares em todas as regatas disputadas, conquistou o título na RS-X (prancha a vela). “O campeonato foi equilibrado e em condições muito variáveis, de zero a 15 nós. Foi bem disputado e conhecer a raia ajudou bastante”, afirmou a atleta, que agora vai se preparar para o Mundial da Letônia e Olimpíada da Juventude da Argentina, em outubro. O melhor resultado da nova geração na Optimist foi de Henrique Lowy, do Yacht Clube Santo Amaro, que conquistou o título da categoria geral. Disse ele: “Ganhei três das quatro regatas e não esperava ir tão bem. Foi minha primeira conquista e estou feliz”; ele competiu em uma flotilha de 60 barcos.

Além do Nacional de Star, a programação paralela da 45ª Semana de Vela de Monotipos contou com o Campeonato Sudeste Brasileiro das Classes Hobie Cat e Snipe; nela, os velejadores da Escola de Vela de Ilhabela também andaram na frente. Na Hobie Cat 16, vitória de pai e filha, com Beto e Marina de Jesus, que também levantaram o título na master. Na Snipe, os campeões foram Júnior de Jesus e Anderson Brandão. Jonas Chorociejus e Gisele Chorociejus ganharam na Snipe sênior; Isabela Malpighi e Renata Bellotti,  na feminino; e o casal Juliana Duque/Rafael Martins levou o título na categoria mista.

  

Race Village tem atrações musicais e culturais

A 45ª Semana de Monotipos abriu o mês da vela em Ilhabela, que culmina com a Semana Internacional de Vela Oceânica, com início dia 20. Desde o dia 6 até o dia 29, o centro histórico da cidade recebe o Race Village, espaço repleto de atrações como shows musicais, cinema, apresentações de dança, exposições e palestras, entre outras atividades.

Nesta terça-feira (10), a partir das 15h, a Arena Copa instalada no Centro histórico exibe a semifinal entre Inglaterra e Croácia. Na quinta-feira (12) e sexta-feira (13), a atração é a Mostra de Dança da Fundaci, sempre às 20h. No sábado, 14, a Arena Copa transmite a disputa pelo terceiro lugar na Rússia e, na sequência, às 20h, começa o desfile dos barcos do Ilhabela Boutique Boat Show, seguido do show da Orquestra Rock, a partir das 20h30. Para o domingo, 15, a final da Copa do Mundo tem início às 12h e, às 20h, tem show da banda Captadores.


Boat Show

Desde a última quinta-feira, 12, Ilhabela sedia mais uma edição do Boutique Boat Show, na praia do Saco da Capela - o mais tradicional reduto de barcos da ilha. O evento segue até o próximo domingo, 15, e reúne grandes lançamentos e destaques do mercado náutico na Capital Nacional da Vela. A entrada é gratuita e, além da oportunidade de conhecer grandes embarcações do mercado brasileiro, outras atrações estarão à disposição do público, como um telão flutuante de 18m², que exibirá a final da Copa do Mundo.

Últimas Notícias