Guilherme Ricardo volta aos pódios de jiu-jítsu | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Esportes
Guilherme conquistou o 3º lugar no ECJJ Open, em São Paulo
Guilherme conquistou o 3º lugar no ECJJ Open, em São Paulo Foto: Via whatsapp

Guilherme Ricardo volta aos pódios de jiu-jítsu

Bertioguense foi acidentado em 2017 e voltou a treinar há dois meses. Ele venceu um campeonato paulista e um open de jiu-jítsu


17 de abril de 2018 às 17:03
Por Marina Aguiar
Guilherme conquistou o 3º lugar no ECJJ Open, em São Paulo
Guilherme conquistou o 3º lugar no ECJJ Open, em São Paulo Foto: Via whatsapp

Guilherme ao lado de seu treinador Deny Marcus
Guilherme ao lado de seu treinador Deny Marcus Foto: Via whatsapp

O jovem atleta Guilherme Ricardo da Silva Salomão, de 18 anos, retornou às competições e conquistou o 3º lugar em duas modalidades do Eco Camp Jiu-Jítsu (ECJJ) Open Sport Block, realizado no domingo, 15, em São Paulo. O bertioguense competiu conquistou o 3º lugar nas categorias absoluto leve e até 65kg, com faixa branca. No dia 17 de março, Guilherme disputou o BJJ Paulista 2018, organizado pela Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Esportivo, e ficou em 1º lugar no peso pluma.

O retorno às competições e aos pódios foi uma luta à parte na vida de Guilherme. Poucos meses após iniciar no jiu-jítsu e vencer a 4ª edição do Mundial Natural de Submission Fight (lutas sem quimono), o atleta sofreu um acidente de moto, em junho de 2017, e quase desistiu do esporte. "Eu fraturei o punho e tive seis fraturas no rosto. O médico disse que eu nunca mais iria competir".

Depois de passar por quatro hospitais e aguardar 22 dias por duas cirurgias, uma no rosto e uma no punho, Guilherme recuperou a esperança de voltar a lutar. Ele realizou as cirurgias no Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, e ficou em recuperação por seis de meses. Em fevereiro, retornou aos treinos com o Team Maximo, na academia Corpy, e voltou a competir, mas ainda necessita de apoio para as inscrições e viagens.

A volta aos tatames e pódios foi motivo de orgulho para Guilherme e sua família. "Eu estou muito feliz. Depois de ouvir de um médico que não iria conseguir lutar mais acabei deixando o acidente para trás, e voltei treinando mais do que antes e me dedicando muito para ser possível", declarou.

Quem puder ajudar o atleta deve entrar em contato pelo telefone (13) 99625 5787.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral