Judoca da região integra seleção brasileira | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Esportes

Judoca da região integra seleção brasileira


02 de fevereiro de 2017 às 11:21
Por Costa Norte

 

De Praia Grande para as Olimpíadas em Tóquio


A atleta praia-grandense Gilmara Cristina Prudêncio, de 23 anos, classificou-se para a seleção brasileira de judô após conquistar a segunda colocação na primeira etapa da seletiva nacional classificatória para as Olimpíadas de 2020, que acontecerão em Tóquio, no Japão.

Esta é a primeira vez que a equipe de judô de Praia Grande, das Secretarias de Esporte e Lazer e Educação, tem uma atleta na seleção brasileira adulta. A judoca, de peso leve (de 52 a 57 quilos), participou da seletiva para os Jogos Olímpicos no mês passado, na cidade de Osasco.

Assim como Gilmara (Descartari/Raito Express), classificou-se para a seleção brasileira a campeã da seletiva Tamires Crude (campeã nacional adulta em 2016) e a já qualificada Rafaela Silva (campeã mundial em 2013 e olímpica em 2016). O trio defenderá o Brasil nas competições internacionais de 2017.

A judoca, que é orientada pelos professores Alberto Bittencourt, Danusa Shira e Rodrigo de Matos, comenta que “a ficha ainda está caindo” e se diz muito feliz por integrar a seleção. Diz ela: “A seletiva foi bastante difícil e desgastante, por isso a emoção de ter conseguido ficar entre as duas melhores atletas do meu peso. Agora é treinar ainda mais forte para permanecer na seleção durante o ciclo olímpico e representar bem o país”.

Gilmara começou a praticar judô na Escola Municipal José Padin Mouta e integrou o Projeto Futuro de São Paulo. Em 2016, sagrou-se bicampeã dos 64º Jogos Universitários Brasileiros, campeã brasileira universitária de lutas (individual e por equipe), campeã regional, brasileira regional e da Copa São Paulo; terceira colocada no Paulistão Sênior e na 44ª Copa KimonosBudokan.

A atleta também treinou em grupo com a seleção brasileira de judô sênior (adulta) que se preparou para disputar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto. Pelo segundo ano seguido (2015 e 2016), foi eleita a melhor da modalidade pela Atlética da Universidade Paulista (UNIP). A eleição levou em conta todas as lutadoras das 30 unidades da instituição no Estado.

Entre as conquistas, a judoca soma 12 medalhas conquistadas nos Jogos Abertos do Interior , sendo  recordista local; foi campeã dos Jogos Regionais, Paulista sub-23, por faixa e estudantil; dos Jogos Abertos Brasileiros, estadual do interior, integrou a seleção brasileira sub-21 e disputou as Copas de Lignano, na Itália, e de São Petersburgo, na Rússia.

Em 2010, entrou para a história do esporte de Praia Grande já que, no 74º Jogos Abertos do Interior, tornou-se a primeira atleta da Cidade a conquistar dois ouros numa mesma edição do certame e em duas modalidades diferentes. Ela foi campeã até 59 quilos, na luta olímpica; e no peso leve, no judô. Conquistou ainda, prata e bronze, nos torneios de judô por equipes e nague no katá (formas).

Foto: Divulgação

Praia Grande

Da redação

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral