Mônica Colaço é a primeira bertioguense no solo Maresias-Bertioga | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Esportes

Mônica Colaço é a primeira bertioguense no solo Maresias-Bertioga


04 de novembro de 2016 às 19:06
Por Costa Norte

Foto Arquivo pessoal

Região

Marina Aguiar

Com 39 anos, Mônica Cristina Colaço já enfrentou muitos desafios, mas nenhum como correr os 75 quilômetros da Maratona de Revezamento Maresias-Bertioga. A monitora turística já havia participado da prova em equipe duas vezes e sua distância mais longa foi 12km. No dia 22 de outubro, Mônica superou mais do que um desafio pessoal: foi a primeira mulher bertioguense a completar o percurso sozinha.

A prova é ladeada por lindas paisagens, mas traz, no pacote, subidas, descidas e curvas perigosas. Entretanto, a maior dificuldade são as muitas horas de corrida, que se tornam exaustivas. A atleta da prefeitura de Bertioga destacou os treinos com Everdan Riesco como essenciais para a corrida. “Treinada eu estava, só precisava ter um bom psicológico para cruzar a linha de chegada”.

Nesta edição, o percurso foi invertido, tendo como largada a praia de Maresias, em São Sebastião, e chegada ao lado do Forte São João, em Bertioga. Desta forma, o trecho de serra foi feito no início, mas Mônica sofreu mesmo no final, quando uma dor no tornozelo quase a desanimou. “Senti o tornozelo assim que entrei na praia do Indaiá. Tive que administrar a dor por mais 11km até a chegada. É o nosso psicológico que comanda nessas horas”, desabafou.

A areia fofa da praia de Maresias também foi um empecilho vencido com a ajuda de um amigo e da irmã. “Eles foram o meu apoio, senão a gente não se alimenta, não toma água. Eles me incentivaram o tempo todo”. Foram 9 horas, 26 minutos e 23 segundos de corrida, mas Mônica não reclama. “Eu, hoje, prefiro fazer de novo sozinha. Não dependemos de outras pessoas, é só você. Você se programa ‘praquilo’ e administra o seu tempo, fica mais fácil”.

A motivação para completar a prova veio de outra competição. Mônica realizou a Maratona Aquática 14 Bis, em 2015. “Foram 24km de natação, e eu fui também a única mulher de Bertioga na prova. Faço sempre, representando a cidade, de verdade”. A corredora não tinha a Maratona de Revezamento como meta, foi o treinador Everdan Riesco quem a incentivou.

Completar a prova é considerada uma vitória para a atleta. “Foi muito legal, com isso, eu incentivo, pelo menos, as mulheres aqui de Bertioga. Eu recomendo que todas as mulheres da cidade que correm passem por essa experiência. É gratificante”.

No masculino, quatro bertioguenses completaram a prova solo: Rodrigo Torres Garcia (6h26m52s), que ficou em 4º lugar no geral; Valdinei Alves (8h41m14s); Leônidas dos Santos Silva (9h12m21s); e Marcio Zitei da Silva (10h15m6s).

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral