Confira a lista de clubes com mais rebaixamentos na história do Brasileirão | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte

Sistema Costa Norte de Comunicação

Logo do Jornal Costa Norte

Confira a lista de clubes com mais rebaixamentos na história do Brasileirão

Coluna Betsul

Coluna Betsul

Na Coluna Betsul você encontra as melhores dicas de apostas esportivas, além de ficar informado sobre esse mercado que vem crescendo cada vez mais.

Poucas torcidas conseguem se gabar de nunca terem sido rebaixadas no Brasileirão. A lista, que já era pequena, ficou ainda menor com o fim do Campeonato Brasileiro de 2019. Agora, apenas Flamengo, Santos e São Paulo podem dizer que nunca saíram da elite do futebol nacional. A edição deste ano do mais importante campeonato do País fez com que três times experimentassem o rebaixamento da Série A. 


Não somente o Cruzeiro sofreu seu primeiro rebaixamento da história, mas Chapecoense e CSA caíram pela primeira vez da Série A para a Série B do Campeonato Brasileiro. Sim, apesar da diferença de investimento, principalmente do time mineiro para os outros dois times, ambos enfrentam o rebaixamento inédito. Assim, a lista de clubes rebaixados no Brasileirão aumenta para 49, isso porque o Avaí, que também caiu em 2019, sofre já o seu quarto rebaixamento. 


Cruzeiro, CSA e Chapecoense têm apenas um rebaixamento em suas histórias, diferente de outras equipes que parecem colecionar quedas para a Série B. Confira quais são os times com mais rebaixamentos na história do Brasileirão:


América-MG - 6 rebaixamentos (1993, 1998, 2001, 2011, 2016 e 2018)

Ninguém foi rebaixado mais vezes da Série A do Brasileirão que o América-MG. O clube detém o recorde de seis rebaixamentos e o último não foi a muito tempo atrás. No Campeonato Brasileiro 2018, o Coelho caiu para a segunda divisão, porém o clube não conseguiu o acesso de volta à primeira divisão. 


Por um ponto, o América-MG não conseguiu o acesso à Série A do Brasileirão 2020. Agora, o clube terá a companhia do rival mineiro, Cruzeiro, na Série B de 2020. 


Coritiba - 5 rebaixamentos (1989, 1993, 2005, 2009 e 2017)

Após dois anos na Série B do Brasileirão, o Coritiba está de volta à Série A. Rebaixado pela quinta vez em 2017, o Coxa conseguiu voltar à elite do futebol brasileiro. Resta esperar para ver se conseguirá se manter ou se irá empatar com o América-MG em recordes de rebaixamento. 

Santa Cruz - 5 rebaixamentos (1988, 1993, 2001, 2006 e 2016)

Atualmente na Série C do Brasileirão, o Santa Cruz segue como uma das equipes que mais foram rebaixadas na Série A. O time pernambucano sofreu o último rebaixamento em 2016 e de lá para cá não conseguiu mais voltar à elite do futebol do País. 


Vitória - 5 rebaixamentos (1991, 2004, 2010, 2014 e 2018)

Rebaixado em 2018 pela última vez, o Vitória se manteve na Série B em 2019. Agora, só conseguirá voltar à elite do futebol brasileiro em 2021. Por enquanto, a equipe segue como uma das que mais foram rebaixadas para a segunda divisão do mais importante campeonato nacional, com cinco rebaixamentos. 


Sport - 5 rebaixamentos (1989, 2001, 2009, 2012 e 2018)

Para completar a lista dos clubes com cinco rebaixamentos na história, está o Sport. Grande rival do Santa Cruz, o torcedor do Leão não pode tirar uma onda com os rivais, pois ambos têm a mesma quantidade de rebaixamentos. No entanto, rebaixado pela última vez em 2018, o Sport já está de volta à primeira divisão, graças ao acesso conquistado com a vice-colocação no Brasileirão Série B de 2019.


Avaí - 4 rebaixamentos (2011, 2015, 2017 e 2019)

Assim como Cruzeiro, CSA e Chapecoense, o Avaí foi rebaixado no Brasileirão 2019. No entanto, diferente dos outros três times, o clube catarinense acumulou seu quarto rebaixamento da história. 


Criciúma - 4 rebaixamentos (1988, 1997, 2004 e 2014)

Outro clube catarinense recordista de rebaixamentos com quatro no total é o Criciúma. Rebaixado pela última vez em 2014, a equipe nunca mais voltou à elite do futebol brasileiro. Em 2019, disputando a Série B, a equipe foi rebaixada e irá disputar a terceira divisão do Campeonato Brasileiro em 2020. 


Goiás - 4 rebaixamentos (1993, 1998, 2010 e 2015)

Com quatro rebaixamentos no currículo, o Goiás chegou a ser um forte candidato ao rebaixamento no início do Brasileirão 2019. No entanto, o time se recuperou e conseguiu até uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana. 


Náutico - 4 rebaixamentos (1992, 1994, 2009 e 2013)

Rebaixado pela última vez em 2013, o Náutico disputou a Série C em 2019 e conseguiu o acesso à Série B do Brasileirão. Apesar de estar nas divisões inferiores, o torcedor do Timbu tem uma vantagem sobre os rivais pernambucanos, um rebaixamento a menos em sua história. 


Confira abaixo os restantes da lista:

3 rebaixamentos

Athletico-PR (1989, 1993 e 2011)

Bahia (1997, 2003 e 2014)

Figueirense (2008, 2012 e 2016)

Fortaleza (1993, 2003 e 2006)

Guarani (1989, 2004 e 2010)

Paysandu (1992, 1995 e 2005)

Portuguesa (2002, 2008 e 2013)

Vasco (2008, 2013 e 2015)

Paraná (1999, 2007 e 2018)

Ponte Preta (2006, 2013 e 2017)


2 rebaixamentos

América-RN (1998 e 2007)

Botafogo-SP (1999 e 2001)

Botafogo (2002 e 2014)

Bragantino (1996 e 1998)

Ceará (1993 e 2011)

Fluminense (1996 e 1997)

Gama (1999 e 2002)

Grêmio (1991 e 2004)

Juventude (1999 e 2007)

Palmeiras (2002 e 2012)

União São João-SP (1995 e 1997)

Atlético-GO (2012 e 2017)


1 rebaixamento

América-RJ (1988)

Atlético-MG (2005)

Bangu (1988)

Brasiliense (2005)

Chapecoense (2019)

Corinthians (2007)

Cruzeiro (2019)

CSA (2019)

Desportiva (1993)

Grêmio Prudente (2010)

Inter de Limeira (1990)

Internacional (2016)

Ipatinga (2008)

Joinville (2015)

Remo (1994)

Santo André (2009)

São Caetano (2006)

São José-SP (1990)



Fonte: Betsul

Comentarios

Previsão do tempo


MÁX

MIN

Estradas

Segurança

Colunas e Blogs

Geral

Política

Esporte

Variedades

Horóscopo Cigano

Horóscopo Cigano - 30 de julho a 6 de agosto

  • COROA - 30 de julho a 6 de agosto

     (20 DE ABRIL A 20 DE MAIO) Fase de revoluções onde você vira o jogo e busca respostas de uma maneira mais agressiva, é preciso ter cautela com as palavras para não ter problemas maiores. Cuidado para não confundir o seu relacionamento amoroso com suas questões profissionais. Bom momento para cuidar da sua saúde física e espiritual, buscando o equilíbrio para lidar com algumas questões particulares. Questões familiares são melhores resolvidas depois de uma conversa amiga.

  • CANDEIAS - 30 de julho a 6 de agosto

     (21 DE MAIO A 20 DE JUNHO) O momento não te favorece muito, porém tudo pode mudar dentro de um determinado tempo, basta você saber lidar com todas as situações e não se precipitar diante dos fatos. Cuide-se mais em questões profissionais, fuja do comodismo e arrisque um pouco mais, as questões que te rondam podem não estar favoráveis mas isso não quer dizer que você não tenha a capacidade para dar a volta por cima. Saiba lidar com todas as situações.

  • RODA - 30 de julho a 6 de agosto

     (21 DE JUNHO A 21 DE JULHO) Fase de renovação, de entusiasmo e muita fé, você se depara com boas respostas porém os dias esclarecem os assuntos e você passa a se preocupar menos, tudo começa a fazer mais sentido enfim até mesmo há uma melhora nas questões de saúde. O momento é de bons pensamentos, bons sentimentos enfim aquela nuvem de preocupações familiares começa a se dissipar e os dias ficam melhores, mais oportunos.

  • SINO - 30 de julho a 6 de agosto

     (23 DE AGOSTO A 22 DE SETEMBRO)  Momento de renovação, de fé e entusiasmo, você volta a agir diante das situações, consegue mudar o que for preciso e vai um pouco mais além daquilo que você precisa. As mudanças favorecem o seu astral, mas você precisa resolver certos assuntos pendentes, encarar de frente certas situações que acabaram te trazendo uma certa dor de cabeça. No amor tente entender a pessoa amada, muitas vezes voc~e age com grosseria sem necessidade.

  • MOEDAS - 30 de julho a 6 de agosto

     (23 DE SETEMBRO A 22 DE OUTUBRO) Você tende a mudar a sua maneira de agir nas questões profissionais, está mais tranquilo(a) diante dos assuntos financeiros porém ainda enfrenta certas dificuldades em particular. Controle-se diante dos fatos, busque a paz acima de tudo, deixe o tempo agir e liberte-se do passado vivendo uma vida mais equilibrada no presente. No amor tudo tende a ficar bem dentro de alguns dias, os relacionamentos começam a acontecer de maneira positiva.

  • ADAGA - 30 de julho a 6 de agosto

    ( 23 DE OUTUBRO A 21 DE NOVEMBRO) Fase de fé e determinação, momento de luz e boas energias astrais, você busca novidades para os seus caminhos, está decidido(a) a inverter as situações e seguir uma nova jornada muito mais positiva. Garra e determinação não vão faltar neste momento de mudanças radicais e sentimentos fortes e intensos, será preciso fôlego para seguir com seus bons planos. No amor será preciso tomar cuidado com as palavras pois sem querer você pode ofender a pessoa amada.

  • FERRADURA - 30 de julho a 6 de agosto

    (22 DE DEZEMBRO A 20 DE JANEIRO) Dias de luz e alegrias, momento de boas realizações e novidades que mudam o seu astral, é hora de agir diante das questões, favorecer a sua vida de maneira positiva. Concentre-se mais em seus objetivos, busque a paz espiritual para os seus caminhos, não se deixe levar pelos imprevistos que rondam a sua vida. Esqueça o passado e viva o presente, corra atrás dos seus objetivos com mais intensidade e muita fé.

  • TAÇA - 30 de julho a 6 de agosto

     (21 DE JANEIRO A 29 DE FEVEREIRO) Será preciso muito equilíbrio e muita compreensão de sua parte para virar o jogo diante das questões, não se deixe levar pelos fatos, faça o que for preciso para vencer seus obstáculos, deixe pra lá tudo aquilo que só atrapalha os seus caminhos, vá viver as suas oportunidades de maneira positiva sem se deixar levar pelos acontecimentos. Mudanças em sua maneira de pensar e de agir, reviravoltas favoráveis que trazem a ti uma alegria a mais para continuar, para criar uma nova história.

  • CAPELA - 30 de julho a 6 de agosto

     (20 DE FEVEREIRO A 20 DE MARÇO) Você decide seguir com mais fé e entusiasmo, porém ainda enfrenta certas situações de maneira firme e decidida, sabe que está enfrentando grandes batalhas porém ainda mantém o foco dos seus objetivos. Mudanças costumam acontecer em seus caminhos para que você aprenda a se desapegar de situações nada favoráveis. Tente manter o foco dos seus objetivos e se liberte de tudo aquilo que de uma certa maneira te perturba.

  • PUNHAL - 30 de julho a 6 de agosto

     (21 DE MARÇO A 20 DE ABRIL)  Momento de reorganizar seus planos buscando o equilíbrio diante de todos os assuntos.No amor tente ser compreensivo(a) para não resultar num término desnecessário. Tudo tem o tempo certo para acontecer portanto não insista em algo que ainda está longe de te dar uma resposta positiva, você pode estar perdendo tempo e outras boas oportunidades que com certeza te trarão melhores respostas profissionais e financeiras.

  • ESTRELA - 30 de julho a 6 de agosto

     (22 DE JULHO A 22 DE AGOSTO)  Fase de amor e fé, momento de boas realizações e de novidades que esclarecem os seus ideais, é hora de seguir em frente, aceitar os fatos e virar o jogo com mais entusiasmo e alegria, embora ainda existam certas questões a serem resolvidas você segue a sua intuição e as respostas surgem de maneira satisfatória em seus caminhos. Na busca de dias melhores tudo começa a acontecer de maneira positiva, você se liberta dos seus medos e encara uma nova jornada.

  • MACHADO - 30 de julho a 6 de agosto

     ( 22 DE NOVEMBRO A 21 DE DEZEMBRO) Boas vibrações, maravilhosas respostas, momento de luz e alegrias, fase de paz, de união e reviravoltas favoráveis em seus caminhos. Mudanças necessárias e oportunas surgem e você se depara com situações agradáveis que incentivam os seus bons projetos. Cuide-se bem sempre e não se deixe levar pelos imprevistos ao seu redor, continue focado(a) em seus objetivos pois você já sentiu que tudo tende a dar certo. No amor novas respostas surgem porém seu foco é outro nos dias de hoje.