Preservação ambiental é a maior riqueza - Sistema Costa Norte de ComunicaçãoBertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Voltar para especial bertioga

O município de Bertioga tem 35% de seus 482 quilômetros quadrados preservados pelo parque Estadual da Serra do Mar. Uma riqueza formada por mangues, paredões cobertos de Mata Atlântica, cachoeiras, trilhas e rios, com potencial para ser explorada através do incentivo ao turismo de contemplação, muito apreciado por turistas estrangeiros.

O Parque Estadual da Serra do Mar foi criado pelo Decreto n° 10.251, de 30 de agosto de 1977, e alterado pelo Decreto n° 13.313, de 6 de março de 1979. Em Bertioga, ele começa na cota de 100 metros, divisa com Santos, acompanhando-a até encontrar o curso do rio Jaguareguava. A partir deste trecho, continua pela cota de 20 metros, contornando a escarpa até a divisa com São Sebastião. Sua área corresponde a cerca de metade da área total do município e proporciona raro cenário de beleza, com belas cachoeiras.

Constituído de vegetação do tipo floresta tropical fluvial, mais conhecida como Mata Atlântica, e com diversos rios de regime torrencial, é um ecossistema rico em espécies vegetais e animais. Por isso é muito frágil devido a suas características topográficas. Entre as espécies de plantas da região, encontram-se os manacás-da-serra, guapuruvus e ipês.

Outro forte ponto de apoio para o ecoturismo é a fauna, com várias espécies de animais como onças, veados, bichos-preguiça, tatus, macacos, bem como aves e peixes. Um animal típico é a garça-branca-pequena que vive em pequenos grupos e alimenta-se em rios, lagos, manguezal e nas praias, onde procura peixes, sapos e caranguejos.

Manguezais - Com grande extensão de manguezais, Bertioga precisa encontrar uma atividade para garantir a preservação deste importante ecossistema, considerado berçário natural da procriação de espécies marinhas. Os mangues estão entre os ecossistemas de maior produtividade, pois garantem alimentos, proteção e condições de reprodução para animais de várias espécies e para as comunidades costeiras.

O município conta, ainda, com três bacias hidrográficas constituídas pelos rios Itapanhaú, Itaguaré e Guaratuba, além do canal de Bertioga. O Itapanhaú é formado por várias nascentes da Serra do Mar perto de Biritiba Mirim e chega a Bertioga pelo seu vale. Até atingir uma parte mais plana, o Itapanhaú é formado por corredeiras que, muitas vezes, transformam-se em cachoeiras com piscinas naturais. Na parte plana, o rio é sinuoso e corre paralelo à Serra do Mar, desaguando no canal de Bertioga. O Itapanhaú tem como afluente o Jaguareguava. Já os rios Itaguaré e Guaratuba deságuam no Oceano Atlântico e são propícios para a prática da pesca amadora e esportes náuticos. 


Veja também

Antigo distrito deixa saudades

A tranquilidade da vila Caiçara e a fartura de peixes são as...

2003

© 2018 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware