Fundo social efetiva ações junto à comunidade - Sistema Costa Norte de ComunicaçãoBertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Voltar para especial bertioga

Comandado pela primeira-dama Christina Goulart, o Fundo Social de Solidariedade ganhou vida, garantindo qualidade de atendimento e programas efetivos na capacitação da comunidade assistida. Os atendimentos dignos, aliados às reformas nas instalações da sede própria, como pintura, banheiros com fraldários para as mães, jardim, placas informativas, além de uma cozinha experimental, fazem do novo espaço um cantinho de conforto e bem-estar.

Depois de reformulado, o órgão autônomo, ligado à chefe de Gabinete, passou a captar recursos para programas sociais e a promover campanhas, eventos beneficentes e cursos de capacitação, além de direcionar trabalhos para a Promoção Social, setor vinculado à Secretaria de Saúde e Bem-Estar Social.

Um trabalho que obteve bom retorno para a população carente é o projeto Geração de Renda para o Mercado Informal, que já entregou 140 certificados de capacitação em panificação artesanal, auxiliar de cabeleireiro e habilidades manuais em artesanato, com aulas de reparos e reaproveitamento de vestuários como opção para a geração de renda. Segundo Christina Goulart, novos cursos de capacitação serão realizados, com atendimento especial para adolescentes, e trabalhos com reciclagem de garrafas PET.

Outro projeto de destaque do Fundo Social é o Domingo Solidário, que, este ano, terá sua terceira edição com a experiência de atendimento para cinco mil pessoas. Durante um dia inteiro a população conta com atendimento e serviços em diversas áreas da administração municipal e emissão de documentos, com apoio das policias Civil e Militar, além de distribuição de lanches, doces, camisetas e brindes.

A formação do coral infantil, cesta básica para o Natal, do Núcleo de Atendimento e Criança Especial (Nace), e o kit Casa do Brinquedo, entregue nos bairros Mangue Seco e Jardim Ilha IV, somados aos trabalhos permanentes do Fundo Social, como campanhas do agasalho, festas beneficentes, trabalhos com gestantes e doação de roupas e sapatos novos, levam oportunidades de melhor qualidade de vida para as populações menos favorecidas.


Oficinas de panificação incentivam autonomia

 O projeto Mão na Massa, de Bertioga, desenvolvido em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do estado de São Paulo, foi um dos destaques no município de Registro, durante o primeiro encontro regional para avaliar os resultados da implantação das padarias artesanais em 24 municípios da Baixada Santista e Vale do Ribeira. 

Em Bertioga, o programa teve início no ano passado através de oficinas artesanais com duração de oito meses. Entre os participantes deste ano dois deles representam a Reserva Indígena Rio Silveira, onde o Fundo Social pretende inaugurar, até o fim deste mês, uma das três cozinhas experimentais doadas pelo Fundo Social do estado. A medida possibilitará o sustento da comunidade.

As outras duas cozinhas experimentais serão instaladas na sede do Fundo Social do município. Os participantes deste projeto receberam um Kit Começo, contendo avental, touca e assadeiras, como incentivo para dar prosseguimento ao aprendizado e obter renda familiar.

Em Registro, o trabalho foi elogiado pela primeira-dama do estado, Maria Lúcia Alckmin. Ela ficou encantada com o estande de Bertioga, que contou com a exposição de cerca de 500 pães artesanais produzidos pelos alunos, dois painéis com fotos e o Kit Começo.


Veja também

Lairton acerta as contas da casa

Prefeito garante que com 50% da dívida paga e investimentos ...

2004

© 2018 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware