Marinas podem incrementar desenvolvimento da cidade - Sistema Costa Norte de ComunicaçãoBertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Voltar para especial bertioga

“Uma das coisas que eu quero muito que aconteça em Bertioga é o sistema de marinas”, afirmou o prefeito Lairton Gomes Goulart, durante entrevista coletiva à imprensa na quinta-feira, 15 de maio, nas dependências do Forte São João. Ele informou que, entre as pendências para iniciar o processo de construção, está a liberação de uma verba do Departamento de Apoio e Desenvolvimento das Estâncias (Dade) para a urbanização da avenida Vicente de Carvalho e da orla do canal, projetos que já estão em fase final de execução.

Quanto à burocracia para a liberação da verba do Dade, o prefeito desabafa: “As marinas geram muito emprego e grande desenvolvimento para a cidade. Temos o projeto e os investidores já vieram nos procurar, mas tudo é muito lento. Eu fico angustiado porque gostaria de ver os iates parando no canal e toda a movimentação e status que as marinas dão às cidades onde estão instaladas”.

Já entre as realizações conquistadas em seus três anos de mandato, o prefeito destaca o Parque dos Tupiniquins. “Reativamos o Forte, povoamos ele com acervos e agora estamos para terminar o parque, com paisagismo, iluminação e uma grade para dar proteção. Este é um ponto turístico e histórico muito importante, pois foi aqui que Bertioga começou. Com este trabalho ganhamos 500 anos de história”.

Habitação no rumo certo - O setor de habitação é uma das prioridades da administração Lairton. Ele garantiu que vai continuar mantendo pulso firme para regularizar os assentamentos irregulares, dar dignidade aos moradores das favelas através dos projetos de urbanização e, principalmente, conter novas invasões. “Até o momento, 100% do que foi feito foi exclusivamente com recursos da prefeitura”, destaca.

Perguntado sobre a pressão de novas invasões, que poderão surgir no próximo ano, ele afirmou: “Não interessa se é ano político. Não podemos mudar a nossa linha de conduta, caso contrário, estaríamos vendendo a cidade e um ideal que nós temos, que é de sanear o munícipio, de fazer com que Bertioga tenha um desenvolvimento saudável, onde as famílias sejam assentadas em loteamentos planejados. Se não queremos sanear a cidade de focos de invasão e de moradias irregulares a conduta é única: invadiu, derruba. Nem tentem porque nós não vamos permitir', garantiu.

Desenvolvimento - O prefeito Lairton baseia-se nas 1.414 licenças ambientais emitidas pelo Departamento de Meio Ambiente para medir o crescimento da cidade. “Houve um aumento extraordinário das construções no município, nos últimos três anos. Imagina o boom imobiliário que está acontecendo em Bertioga. Isso significa que estão acreditando no município. E maravilhoso".


Veja também

Construção civil reflete desenvolvimento

Média de área construída por ano no município é de 271 m², o...

2004

© 2018 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware