Eles levam o nome de Bertioga para fora - Sistema Costa Norte de Comunicação Bertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Voltar para especial bertioga

Em pistas de corrida, pedalando, pegando onda com suas pranchas de surfe e no bodyboarding ou enfrentando adversários em lutas marciais, os atletas de Bertioga conseguem milagres. Quem vive o dia a dia da cidade sabe das dificuldades desses atletas que, para representar seu município em campeonatos das mais variadas modalidades, correm como loucos atrás de um patrocínio. Na maioria das vezes, conseguem, com ajuda de comerciantes, ratear o valor de passagens, taxas de inscrição, alimentação. E tudo isso para levar o nome de Bertioga para outras cidades, estados e até mesmo fora do país. Com um potencial enorme em vários setores do esporte, este pessoal consegue, com sacrifício, representar, e muito bem, o município. Confira quem é quem no esporte de Bertioga e os novos valores que começam a despontar.

Foto:


 CICLISMO: Adriana Bastos, 23 anos, compete por Bertioga há dois anos. Atualmente, lidera o ranking do Campeonato Regional do Vale do Paraíba e já conseguiu bons resultados para o município faturando o primeiro lugar em várias provas, inclusive em outros estados. No ano passado, venceu a prova contra relógio durante o Campeonato Brasileiro de Ciclismo promovido em Natal, Rio Grande do Norte.

Em 95, foi vice-campeã na Baixada Santista e ficou em 6º lugar na prova 9 de Julho realizada em São Paulo. Filiada à Federação e Confederação Brasileira de Ciclismo, Adriana corre pelo clube Trincanas de Coimbra, de Santos, e conta com patrocínio da prefeitura de Bertioga, Armazém Geral, Adegão e Zeca do Gás. "Quase desisti por falta de incentivo. Mas vou até o fim. Quem sabe, um dia, disputo a Olimpíada".

Foto:


ATLETISMO: José Milton dos Santos, 37 anos, ultramaratonista, representa Bertioga há cinco anos “por amor à cidade". Convidado pela Confederação Brasileira de Atletismo, para compor a equipe de ultramaratonistas que está sendo formada, ele está treinando para a prova das 24 horas de Buenos Aires, Argentina, que deverá acontecer no final do mês. No ano passado, contou com apoio do Jornal Costa Norte. José Milton ficou em 2º lugar nesta prova após percorrer 200km.

Em 95, ficou em 3º lugar nos 100km de Campinas, prova que contou com a presença tricampeão mundial Constantino Santalov, da Rússia. No ano anterior, obteve a segunda colocação na Maratona de Ribeirão Pires, competindo com atletas de todo o Brasil. Em seu currículo, consta, ainda, o bicampeonato santista de Pedestrianismo (89 e 90), medalha de prata nos Jogos Abertos do Interior, em 87, e de bronze, em 88, ano em que também venceu a Maratona Internacional de Santos. Atualmente, sem patrocínio e apoio, ele se prepara para a prova 10km A Tribuna, este mês; a Maratona de São Paulo, em junho, e a Maratona do Fogo, em Dourados, Mato Grosso do Sul, em julho.

Foto:


CONTATO TOTAL: Luiz da Silveira Brum, 38 anos, campeão paulista, brasileiro e sul-americano. Representa Bertioga há quatro anos nos torneios locais e nacionais. Leciona para cerca de 40 crianças no São Lourenço Futebol Clube e se prepara para o Campeonato Brasileiro que deverá acontecer em junho. 

Está à procura de patrocínio para disputar o Torneio Europeu de Contato Total, esporte que reúne vários estilos de lutas marciais criado na década de 60 na guerra entre Portugal e Angola.


SURFE

Foto: Arquivo JCN

Alexandre Sasaki, 21 anos, sendo 11 deles dedicados ao esporte profissional desde o início de 96, ocupa o 13° lugar no ranking paulista. Voltado para o Circuito Mundial, tem participado de várias etapas fora do país.

No mês passado, esteve na Austrália e Taiti. Em julho, disputa várias etapas na Europa com provas na França, Portugal, Inglaterra e retorna ao Brasil para o Circuito Brasileiro, que também vale pontos para o mundial patrocinado pela Violações, UMC Academia, de Mogi das Cruzes, Rip Wave e prefeitura de Bertioga, Sasaki acredita que o comércio local deveria apoiar mais o atleta amador, pois o custo não é muito alto, o que difere quando o atleta se torna profissional.

Foto:

Fernanda Cury, 20 anos, campeã paulista em 96 e considerada uma das melhores surfistas do Brasil. Na opinião de Sasaki, "é difícil alguém ganhar dela". Em evidência no esporte, em março ela mostrou toda sua habilidade ao ficar entre as três melhores no ranking nacional durante as etapas do Campeonato Brasileiro de Surfe Amador Feminino realizadas em Recife e Fortaleza.

Sua meta é estruturar o surfe e divulgá-lo entre as mulheres através do Clube Feminino de Surfe do Estado de São Paulo.

 

BODYBOARDING

Foto:

Rodrigo Burany, 22 anos, pratica o esporte há 10 anos e há cinco disputa como profissional ocupando, hoje, o 56º lugar no ranking mundial.

Representante paulista na Organização Brasileira dos Bodyborders Profissionais, ele participa do Circuito Brasileiro e obteve, recentemente, o 59º lugar na segunda etapa realizada no Espírito Santo, mas tem investido nas provas internacionais.

Vice-campeão brasileiro e campeão santista em 92, no ano seguinte passou a competir no Circuito Mundial.

 

NOVOS TALENTOS

Foto:

 

A vida deles é a prancha e o mar. Entre os que começam a despontar no surfe de Bertioga, destaque para os irmãos Missilvano Alves, que tem conseguido excelentes resultados na categoria Open e sonha em se profissionalizar, e Lídio Marques Alves.

Foto:

Outro destaque é o garoto de 12 anos Surian Mota, que há três anos compete na categoria Iniciante. Ele resume o pensamento de seus colegas ao afirmar: “Vou me dar bem. Quero ser Pró", referindo-se ao sonho de virar profissional e poder viver do surfe.


Veja também

Gastronomia atrai turistas

Bertioga já se tomou famosa por suas festas gastronômicas q...

1999

© 2018 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware