Isto sim, é desenvolvimento sustentável - Sistema Costa Norte de ComunicaçãoBertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Voltar para especial bertioga

A Riviera de São Lourenço é uma demonstração de planejamento e a eficiência na gestão ambiental são as ferramentas para traçar as linhas do desenvolvimento social e econômico.

Foto: Mar Franz

“Quem não gostaria de ter uma Riviera de São Lourenço em sua malha urbana? Um plano urbanístico que conseguiu compatibilizar os espaços urbanos deforma ordenada e garantir qualidade devida e preservação do meio ambiente com medidas práticas. É o sonho de qualquer urbanista”, diz o diretor regional da Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano, Luiz Carlos Rachid.


Erguido dentro dos 8% de área urbana do município, o empreendimento Riviera de São Lourenço, que já atingiu cerca de dois terços do seu estágio de ocupação e 95% de infraestrutura, tornou-se uma demonstração inequívoca de que o planejamento e a eficiência na gestão ambiental são as maiores e melhores ferramentas para traçar as linhas do desenvolvimento social e econômico.


Ribas Zaidan, diretor presidente do Grupo Costa Norte de Comunicação, é proprietário de imóvel no empreendimento e destaca a qualidade de vida proporcionada pelos serviços existentes no local. “Quando optei por morar definitivamente em Bertioga com a minha família, em 1988, escolhi a Riviera. Me apaixonei pelas áreas verdes, pelas ciclovias,pelos espaços destinados aos pedestres,tudo de forma muito harmoniosa. É o verdadeiro sentido do desenvolvimento sustentado – um lugar com todo o conforto de uma cidade grande, mas que, ao mesmo tempo, proporciona o contato com o ambiente preservado.


Rodolfo Amaral, jornalista pós-graduado em Finanças Públicas, ex-secretário de Finanças de Santos e diretor da R.Amaral & Associados - Consultoria, Pesquisas e Análise de Dados, avalia que a importância do empreendimento no contexto de Bertioga se dá principalmente pelo aspecto da arrecadação de impostos(IPTU, ISS e ITBI, de forma direta) e pela geração de empregos permanentes. “O que se tem a fazer na Riviera (no terço que falta para completar o projeto concebido) ainda há de gerar alguns bilhões de reais de movimentação financeira no município, com milhões de retorno direito e indireto aos cofres públicos, e na forma de salários aos trabalhadores em geral,além de retorno financeiro às empresas e prestadores de serviços do município”.

Foto: Mar Franz

Amaral lembra que, no estado de São Paulo, o maior da federação, pouco mais de 200, dos seus 645 municípios, possui uma população superior a 20 mil habitantes, e a Riviera foi projetada para abrigar 60 mil moradores. “O que por si só demonstra sua relevância. Creio, aliás, que o modelo de planejamento utilizado neste empreendimento deve ser amplamente debatido nas discussões atuais sobre o novo Plano Diretor, pois há muito de positivo a aproveitar neste projeto de desenvolvimento urbano”.


A Riviera de São Lourenço é o único projeto de desenvolvimento urbano do mundo a receber a certificação da norma ISO 14001, por seu sistema de gestão ambiental. A renovação da certificação é feita a cada seis meses por auditores externos.


O presidente da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bertioga, engenheiro Marcelo Godinho Lourenço, ressalta a certificação concedida à Riviera. “É um empreendimento que recebeu prêmios internacionais pelo modelo urbanístico de implantação e hoje conta com o ISO 14001. Tudo isso é possível porque existe planejamento nas ações ali realizadas. Tudo na Riviera de São Lourenço foi implantado com planejamento, no seu devido tempo, e é por isso que funciona tão bem”.


Aspectos ambientais

As preocupações e cuidados com o meio ambiente na Riviera de São Lourenço não são de hoje. Desde seu início, em 1979, as aprovações perante os órgãos

públicos foram sempre precedidas de rigorosas análises técnicas. Um trabalho permanente que acompanha o desenvolvimento e o aperfeiçoamento da legislação ambiental e urbanística brasileira.

Foto: Mar Franz

Em 2005, após atendidas as exigências dos órgãos públicos municipais, estaduais e federais, e mediante compensações que envolveram,entre outras, a averbação por parte da Riviera de mais de 2 milhões de metros quadrados como área de reserva legal, na continuidade do licenciamento para a urbanização do empreendimento,inclusive com a obrigação de um trabalho diferenciado de manejo de flora e fauna.


Um programa que, aliás, tornou-se uma referência para aqueles que tratam desta matéria. Segundo a Gaia Consultoria e Gestão Ambiental, empresa responsável pelo programa, o manejo da fauna que envolve desde a busca ativa, recolocação dos animais para área autorizada, biometria e marcação, soltura e monitoramento, já envolveu milhares de espécies, entre répteis,aves, aracnídeos, mamíferos e anfíbios. Já o manejo da flora abrange o resgate de mudas, resgate de bromélias e orquídeas, enriquecimento de áreas verdes,o transplante de espécies de médio porte, e o envio demudas para viveiros implantados na Riviera.

Foto: Mar Franz

No local existem três viveiros que,atualmente, abrigam cerca de 60 mil mudas e mantêm a memória botânica da região. Após a germinação e desenvolvimento das mudas nos viveiros, elas são destinadas ao plantio para recomposição e adensamento das áreas verdes, que passam a ser monitoradas pelo período de 24 meses. No empreendimento, já foram plantadas aproximadamente 100 mil mudas de diversas espécies nativas.


Um diferencial em relação à maioria dos bairros no Brasil é a gestão ambiental e urbana. É que na Riviera, a manutenção e operação do sistema de água, esgoto,resíduos sólidos, drenagem e limpeza de ruas e praia é feito pela Associação dos Amigos da Riviera de São Lourenço, que trabalha com gestão profissionalizada, e em parceria com a prefeitura local e concessionárias de serviços públicos.


Por todos esses aspectos, a Riviera de São Lourenço é considerada, por quem a frequenta, um verdadeiro paraíso. Como um bairro integrante de Bertioga, pode ser acessado pela Rodovia Rio-Santos, da qual, no Km 212, já se avista o seu portal.

Foto: Cristiane Silva

Há programas de visitas monitoradas para as estações de tratamento de água e esgoto, laboratório de controle ambiental e central de triagem de lixo reciclável.Para agendar uma visita, basta ligar para a Sobloco Construtora no telefone (13) 3316 5330    


Veja também

Cresce procura por locação comercial

O interesse é pelo centro da cidade, para implantação de com...

1997

© 2018 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware