Natureza exuberante como portal de entrada - Sistema Costa Norte de ComunicaçãoBertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Voltar para especial bertioga

Quem atravessa Bertioga pela movimentada rodovia Rio-Santos (SP-55), que corta a cidade de um extremo a outro, não imagina as belíssimas paisagens e o complexo turístico que se escondem em meio aos 490 quilômetros quadrados que abarcam o município.

Foto: Dirceu Mathias

São rios, cachoeiras, trilhas ecológicas, praias quase selvagens, fauna e flora riquíssimas e muita história para contar. 

Guardiã de importantes remanescentes de Mata Atlântica e de uma das maiores bacias hidrográficas do litoral paulista, Bertioga é um convite irresistível para os que gostam de estar em contato com a natureza. Logo na divisa com a área continental de Santos, já é possível reparar na exuberância das matas que ocupam mais de 90% de seu território. Poucas construções e muito verde dão boas-vindas aos que chegam pelo lado sul da cidade.

 Na altura do quilômetro 224, encravado na encosta da Serra do Mar, longe dos olhares dos turistas, esconde-se um dos patrimônios mais valiosos do município. Com mais de 100 anos de história, a Vila de Itatinga é considerada um santuário ecológico devido ao seu riquíssimo ecossistema: de mata de encosta, manguezal e restinga. 

Foto: JCN

Poucos sabem, no entanto, que sua importância vai além de seus privilégios ambientais. Inaugurada em 1910, pela Companhia Docas de Santos, a Usina Hidrelétrica de Itatinga foi uma das maiores usinas hidrelétricas do país em fio d´água (quando não há barragem) e também se tornou a maior em altura em termos de queda d´água. Sua energia destinava-se ao abastecimento do porto de Santos, incluindo instalações portuárias, iluminação do cais, armazéns e escritórios. E ainda hoje, com seus centenários equipamentos em perfeitas condições, contribui com grande parte do funcionamento do maior porto da América Latina.

Foto: JCN

 A construção de todo o complexo, em uma região totalmente inóspita, nos longínquos anos de 1900, é uma história de contornos épicos. Foi preciso transpor desafios gigantes, vencer longas distâncias e regiões de matas fechadas e serra íngreme. Todo o material e mão de obra tiveram que vir pelo mar, e o trecho que era necessário vencer por terra teve que ser feito por uma linha férrea construída especialmente para isso. Para que seus moradores e familiares pudessem permanecer no local, foi preciso criar um núcleo residencial que, além das casas, contava ainda com posto médico, escola, empório, capela, campo de futebol e até um cinema.

Foto: JCN

 A conservação de toda essa riqueza histórica e arquitetônica e a beleza natural do lugar fez com que Itatinga se transformasse em um dos roteiros turísticos mais procurados de Bertioga. A travessia de barco pelo rio Itapanhaú, o passeio de bonde elétrico, as trilhas, seus rios e cachoeiras e todo charme da pitoresca vila tornaram a visitação bastante concorrida por turistas de várias partes do estado e até mesmo por moradores da cidade.

Foto: JCN

 Contudo, desde setembro de 2012, o acesso à Vila, que já era bastante restrito, foi totalmente fechado devido a um surto de  malária que atingiu 12 pessoas. Sua abertura depende de uma posição favorável da Codesp, administradora da área. Mas, felizmente, Bertioga tem mais, muito mais a oferecer para quem bate à sua porta, ávido por qualidade de vida, sombra e água fresca.  


Veja também

Promoção: Concurso Cultural Bertioga na Essência

A promoção que leva 11 ganhadores a passeios incríveis...

#vivabertioga

© 2018 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware