Riviera, uma cidade dentro da cidade - Sistema Costa Norte de ComunicaçãoBertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Voltar para especial bertioga

Um dos charmes turísticos de Bertioga são os bairros que representam lugares únicos, cheios de vida própria, alguns bem semelhantes a cidadezinhas de interior. A Riviera de São Lourenço é um deles, mas em nada lembra a vida interiorana, é uma ilha de urbanização de mais de 9 milhões de m², rodeada pela Mata Atlântica. Percorrer suas ruas e alamedas, entremeadas por grandes trechos de mata, de carro ou a pé, já é um passeio.

Foto: Divulgação


Restaurantes estrelados no centro comercial, na entrada do bairro, à beira da rodovia Rio-Santos, o sofisticado Shopping Riviera, com uma boa área gastronômica, tudo isso bem pertinho de uma bela praia. Uma casa noturna faz a festa dos que curtem madrugadas de balada. Também é famoso o luau que costuma acontecer na praia nas noites de sábado. No verão, eventos sempre oferecem atrações interessantes de cunho cultural e artístico em áreas da avenida central. E durante todo o ano, principalmente nos feriadões e nas férias escolares de julho, muitos eventos são realizados próximo ao shopping, como a beneficente Festa Julina, com barracas cheias de delícias gastronômicas. Com 4,5 quilômetros de extensão, a praia da Riviera é um convite ao mergulho, com seu mar calmo e sempre límpido. As cadeiras e guarda-sóis dos moradores e veranistas do condomínio ocupam a faixa de areia mais próxima do jardim, que a separa dos prédios, e o resto da praia tem espaço para todas as tribos. Quanto mais se caminha em direção às extremidades norte ou sul, menor o movimento e maior a privacidade. Recomendado para quem busca sossego. Consumir bebidas e alimentos vendidos na praia ou levar sua caixa térmica bem abastecida é uma questão de escolha. Você decide. A vantagem de quem está de mãos abanando é ter motivo para um almoço especial, entre as boas opções do bairro, após sair da praia. Apesar da sua autossuficiência, de ser responsável por seu próprio tratamento de esgoto e abastecimento de água, e por sua própria segurança, com um sistema de manutenção e limpeza que causa inveja a moradores de muitos bairros brasileiros, a Riviera não é um condomínio fechado. É um bairro como outro qualquer, com livre acesso, servido por ônibus. Apenas sua entrada se diferencia devido às suas portarias dotadas de câmeras, como ocorre também no loteamento Costa do Sol, em Guaratuba.  

Foto: Divulgação


O trecho central da praia, à qual se chega pela avenida principal, é mais popular, bastante frequentado por turistas e visitantes, próprio para quem gosta de agitação. Há boa oferta de alimentos e bebidas em barracas, mas as que têm mesas e guarda-sóis ficam mais próximas do jardim. Há aluguel de cadeiras e guarda-sóis. Na areia, circulam os tradicionais carrinhos de milho verde, água de coco, sorvete e de roupas de praia.

A Riviera também é bastante frequentada por surfistas e, dizem, tem a melhor onda de Bertioga. São três picos: ao sul, no canto direito, onde um píer de pedras de 100 metros de comprimento ajuda a formar boas ondas; no meio da praia, na altura do módulo 2; e no canto esquerdo, no norte, onde se conta com a ajuda do canal que corre ali para alcançar a ondulação. No módulo 1, funciona a Escola de Surfe Riviera, que, na temporada e fins de semana se instala na praia, na altura do módulo 8, ao norte. Dá para alugar pranchas e ter aulas de surfe, stand up paddle, body boarding, ioga e treinamento funcional.

Foto: Divulgação


Mas se você gosta mesmo é de andar, dirija-se para o norte e chegará ao aprazível cantinho da praia do bairro de São Lourenço, que, por sua vez, leva também ao sul da praia do Itaguaré, em uma caminhada de cerca de 15 minutos. No canto sul, é só atravessar o píer de pedras e estará na prainha do Costão do Indaiá. Você pode também chegar à praia da Riviera por um desses dois caminhos. Se não é o caso, basta entrar na praia pela área central, chegando de carro ou de ônibus, e escolher seu point preferido para se instalar  


Veja também

Avanço urbano desequilibrou a fauna

População de pequenos mamíferos multiplica-se na área urban...

1997

© 2018 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware