O Desenvolvimento - Sistema Costa Norte de ComunicaçãoBertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Voltar para especial bertioga

Se depender do setor privado, Bertioga continuará a crescer a passos largos. Atributos ela tem de sobra, naturais, geográficos, humanos e, mais recentemente, urbanos, o que atrai um número cada vez maior de investidores para seu território. Fecha-se assim, o círculo auspicioso do progresso. Por trás de cada grande comércio aberto, de cada empreendimento aprovado, de cada obra em andamento, há extensas pesquisas mercadológicas e análise de cenário, nas quais se busca o melhor lugar de aplicação de recursos. Os empresários avaliam os vetores de desenvolvimento, enxergam lá na frente e decidem se vale a pena aportar. Se eles estão por aqui, é sinal de que a cidade vai bem e pode melhorar ainda mais.

Foto: Marcos Pertinhes


Rubens Al Assal, responsável pelo empreendimento Reserva Bertioga, aprovado recentemente no bairro Albatroz, acredita estar em um terreno promissor e relaciona o que pesou na escolha da cidade para investir. “Bertioga é bastante atraente para o turismo e lazer. É calma, acolhedora, com muita área verde e belas praias. Além disso, é muito próxima a São Paulo, são apenas 100 km, em estradas de primeira categoria. Fica também muito próxima de cidades importantes como Santos, Mogi das Cruzes, Guarulhos e Jacareí.”

Foto: JCN


A revitalização da avenida 19 de Maio e a duplicação da avenida Anchieta são apontadas pelo engenheiro como obras de impacto positivo para a cidade, para a qual ele prevê outras oportunidades. “Acredito no desenvolvimento sustentável de Bertioga, que será baseado em premissas ambientais avançadas, provocando a atração de pessoas que buscam lugares com muito verde. Além disso, ela poderá servir de apoio logístico para empreendimentos voltados ao porto de Santos e à exploração de petróleo na Bacia de Santos”.

Foto: JCN


Outra recém-chegada é a empresária Andrea Santana, que viu no ramo de calçados uma carência na cidade. “Bertioga está em constante crescimento, basta ver os investimentos que as construtoras estão fazendo, há vários prédios em construções. Isso atrai novos turistas e novos moradores, logo, a cidade precisa de empresas que supram a necessidade do aumento de cidadãos. Não só para o fornecimento de produtos e serviços, mas, principalmente para a colocação deles no mercado de trabalho. Acredito muito no potencial desta cidade para novos investidores”, afirma.

Foto: JCN


O tempo foi fator predominante na opção por Bertioga, pois ela viu a possibilidade de conciliar moradia e trabalho numa cidade que ainda não sofre com as perturbações do trânsito. “Tempo vale ouro, e, para os dias de hoje, onde o trânsito na maioria das cidades é um caos, nada melhor que estar ao lado do local de trabalho. Hoje estou a 5 minutos da loja”.

Foto: JCN


O setor da construção civil é um forte arrimo da cidade, propulsor de seu desenvolvimento há décadas e responsável pela abertura de varia dos campos de negócios. O paulistano Waldir Márcio Pavan, frequentador do empreendimento Riviera de São Lourenço, desde 1991, viu na locação e comércio de máquinas e equipamentos uma forma de atender essa grande cadeia de serviços e, em 2002, fez a sua aposta. Ele diz: “Bertioga, por ser uma das mais jovens cidades da região, seu potencial de desenvolvimento é enorme, desde que seus administradores potencializem a exploração dos recursos naturais que a orla, a vegetação e o canal oferecem”.

Foto: Marcos Pertinhes


Ricardo Santáguita, por sua vez, investiu na rede varejista de tintas e complementos para pintura, há 11 anos e atualmente gera 16 empregos diretos no município. “A cidade continua em expansão e o papel das empresas nesse processo é importantíssimo. Os projetos urbanísticos, principalmente da orla e do píer, tornam a cidade mais atrativa e criam uma expectativa positiva. Particularmente, só tenho a agradecer a esta cidade que nos recebeu de braços abertos”.

Foto: Renata de Brito


Nesse cenário de investimentos, o setor imobiliário busca seu espaço. Sônia Marina Pekny Bezerra, de Jaraguá do Sul (SC), está em Bertioga há 15 anos e há seis atua como consultora imobiliária. Ela aponta as necessidades do setor para se desenvolver. “A valorização do imóvel tem o caráter mais expressivo e dinâmico na medida em que o local, ou o bairro em foco, tenha como pressuposto uma ocupação projetada e ordenada. Com toda infraestrutura implantada ao seu tempo e modo, cuja evolução de valor é consequência de um resultado líquido e certo e de apreciação econômica por todos nós. Como exemplo de planejamento e urbanização bem-sucedidos, cito a Riviera de São Lourenço”.

Foto: Renata de Brito


Para a cidade continuar a crescer de forma ordenada, Sônia sugere: “O mais importante nesse primeiro momento é dar impulso administrativo no processo de aprovação do Novo Plano Diretor, para que possamos ter a clareza e dimensão da política de desenvolvimento do município”.

Foto: Renata de Brito


Com base neste panorama traçado pelo setor privado e mais o que se sente e se vê ao andar pelas ruas da cidade, um verdadeiro canteiro de obras, sem falar na adequação estrutural de sua área urbana, com organização de seus bairros, modernização da frota de táxis, especialização e refinamento no comércio, fica fácil prever um futuro promissor para a Bertioga de todos nós.


Veja também

Bertioga registra sua história

O terceiro ano de emancipação político-administrativa de Be...

1994

© 2018 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware