“Banco não é casa de caridade”, diz Ciro Gomes | Sistema Costa Norte de Comunicação

“Banco não é casa de caridade”, diz Ciro Gomes

O vice-presidente do PDT cobrou ações do governo para auxiliar o setor privado, caso contrário, “o tecido produtivo brasileiro vai pro vinagre”
Publicado 09/07/2020 às 14:37


Durante entrevista concedida nesta terça-feira, 7, ao programa Café da Manhã, da TV Cultura Litoral, o vice-presidente do PDT, Ciro Gomes, comentou a atual situação econômica do Brasil.


Questionado do por que de o dinheiro não chegar às empresas, principalmente por meio de empréstimos e subsídios do governo, Ciro afirmou que este problema é fruto da “corrupção institucionalizada”.


Ciro também cobrou ações do governo para auxiliar o setor privado. O vice-presidente do PDT declarou: “Deixa eu lhe dizer, banco não é casa de caridade. Banco é lugar de ganhar dinheiro. Eu não tenho nenhum problema de entender isso. Só que nós estamos num momento do Brasil e do mundo que ou nós chegamos rapidamente, já não estamos fazendo, com socorro às empresas, ou simplesmente o tecido produtivo brasileiro vai pro ‘vinagre’. E você não reconstitui uma base econômica dessa profundidade no dia seguinte que ela quebrar.”


Recomendados

Opinião 2.0

Jornal da Praia

Café da Manhã

Sala de Imprensa

Revista do Esporte